Geração do XML - Indicador Pessoal

1. Configuração CRI

Acesse o menu Configurações> Configuração CRI...

Informe o número do CNS, Token e URL da central.

O token será gerado automaticamente pelo CRI, no momento do cadastro do cartório e do oficial e será disponibilizado na tela inicial do sistema da central, após o login efetuado pelo usuário do portal do CRI RS.

Endereços do WebService:

Produção

Homologação

Indicador Pessoal: http://ws.cri-rs.com.br

Imagens: http://wsi.cri-rs.com.br/cgi-bin/cri_ws

http://wsdev.cri-rs.com.br

Observação: Para testes em ambiente de homologação, acesse o menu configurações> Configurações do Ofício> Aba "Outros" e informe a tag WEBSERVICECRITESTE=1 e utilize o endereço de homologação acima.

Procedimento para geração de arquivo (completo) XML dos Indicadores para a Central CRI-RS.

2. Acesse o menu Centrais> CRI-RS> Prepara os dados iniciais para o envio de informações... e aguarde o término.

2.1 Agora vamos gerar o XML para a carga inicial do Acervo, acessando o menu Centrais> Ofício Eletrônico/Penhora Online> Gerar XML Acervo...

2.2 Clique em SIM para continuar e aguarde o processamento até o final.

Observação: O arquivo será gerado em uma sub-pasta do diretório do Cart, informado na final da geração do arquivo.

Compacte o arquivo (xml) e envie para a central CRI-RS.

Após a confirmação de processamento da carga inicial pela central, execute o passo do item 3.

Procedimento para geração de arquivo (diário) XML dos Indicadores para a Central CRI-RS.

3. Acesse o menu Centrais e selecione a opção abaixo.

3.1 Clique em SIM para continuar e aguarde até o processamento final.

3.2 O sistema mostrará uma janela semelhante a que esta abaixo, aguarde o término.

3.3 Após a geração do XML será exibida a janela com a informação abaixo.

3.4 Acesse a pasta e envie o arquivo XML para a central, conforme indicado na imagem abaixo.

Observação: No mesmo diretório é criado um log com um arquivo texto.

Este log contém informações de todas as matrículas cujo indicadores estão com dados inválidos, por exemplo: CPF, nome ou número da matrícula inválida.

Caso o cartório corrija estas informações, na próxima geração do arquivo de XML, o sistema irá gerar os dados completos.